Receita de populismo em segurança pública

Reúna os ingredientes: muitas bravatas, a exemplo de promessas vazias de “guerra contra as drogas” e de enfrentamento “do crime”, sem dó. Acrescente ainda que vai resolver os problemas da violência apenas com prisões, repressão, mais armas, viaturas etc. Faça tudo parecer simples!

Misture tudo e tente manter a consistência dessa narrativa pelo maior tempo possível. Uma boa pedida é usar estratégias de marketing e também as redes sociais para esse objetivo. Não se esqueça de manter os programas policialescos sempre por perto. Quando a mistura estiver se esgotando, você pode ir aos poucos adicionando afirmações de que a insegurança poderia ser bem maior sem as ações que estão sendo feitas.

Charge de Junião para a Ponte

Bata bem! Bata nos Direitos Humanos, nas audiências de custódia, no poder judiciário e no legislativo. Bata nos partidos políticos, na universidade e, claro, bata nos “bandidos”. Leve tudo ao fogo da prática com muito cuidado, pois essa receita, depois de pronta, dura pouco tempo (não chega a quatro anos!).

Quando a mistura começar a desmanchar, não desista. Diga que faltou acrescentar políticas sociais e de inclusão lá no início. Despeje reclamações contra outros setores do poder público, como os da saúde, educação e assistência social. Você pode substituir as reclamações por lamentações com palavras difíceis, para parecer entender de outras receitas. Neste caso, vale um último aviso: vai ficar bem difícil de engolir!

#Compartilhar:

Sem Comentario to " Receita de populismo em segurança pública "

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››